sexta-feira, 22 de abril de 2011

Nova História!

Que bom que vocês gostaram de “My Love of the Past”! Amei os comentários!
E, já que vocês não enjoaram de mim, a próxima web vai começar em breve...

Uma Estranha Vingança

Essa história nada tem a ver com Edward ou Bella, a não ser a existência de vampiros. Na verdade, entre os livros de Stephenie Meyer, meu favorito é “A Hospedeira” e, em relação à série Crepúsculo, prefiro os livros aos filmes (exceto nas partes onde Jacob Black aparece...). O sobrenatural (não necessariamente vampiros) me fascina, por isso essa história existe (e por isso eu AMO a série Sobrenatural).
Na verdade, essa história não é tão minha, pois é baseada em alguns dos muitos livros que li, mas que não são, valendo-me de um eufemismo, muito legais...
Suas personagens principais são os “vampiros” Alfonso e Nicholas e as “humanas” Anahí e Selena. Eu sei que vocês devem estar cansados de webs de vampiros, mas, mesmo assim, espero que gostem! (Inclusive você Bah! Não tenho culpa se a Ashley é a Alice!)
Previsão de postagem do primeiro capítulo: primeira quinzena de maio de 2011. Até lá, fiquem com o prólogo de “Uma Estranha Vingança”.


Prólogo
1759
Alfonso abriu os olhos, sentindo o sangue correr cálido por seu peito. O tiro não tinha roçado o coração, mas a ferida era mais que suficiente para matá-lo, e o momento não demoraria a chegar. A cada respiração ficava mais difícil manter-se consciente, mas continuou lutando enquanto amaldiçoava aquele desejo desesperado que o impedia de abandonar-se nos braços da morte. Uma parte dele continuava esperando que ela aparecesse, o beijasse e dissesse que tudo era um engano e que o amava.
A neve ao seu redor estava tingida de vermelho, o aroma do sangue não demoraria a atrair aos lobos. Esse mesmo frio era o que o mantinha consciente, mas não continuaria assim por muito tempo. Sua visão começou a falhar rapidamente, e fechou os olhos para conter as lágrimas que se acumulavam neles ao compreender a dimensão de seu erro. Mas agora já era muito tarde.
Uma estranha paz o invadiu, sentia-se em algo que se assemelhava ao sonho, levando consigo todo sinal de dor. Poncho sorriu, dedicando um último pensamento a sua família. Se isso era a morte… não era tão ruim.
A dor voltou, mais forte que nunca, seguida pela satisfação mais intensa que havia conhecido em toda sua existência. Tudo se tornou branco, e logo sua visão retornou.
Estranhamente, as coisas foram se tornado cada vez mais definidas, os contornos mais precisos, as cores mais vivas. E a cima de tudo, um garoto, que aparentava ter não mais que dezoito anos, estava ajoelhado ao seu lado. Tinha os olhos fechados e uma expressão de concentração no rosto. Parecia que estava sofrendo, pois segurava o pulso esquerdo com força.
Poncho quis falar com ele, perguntar quem e o que era, porque o garoto assemelhava-se a um anjo.
Sentindo o aroma do sangue que gotejava pela mão do garotou, Poncho sentiu algo semelhante à fome. O garoto parecia saber disso, abriu os olhos e o olhou.
- Mais? – disse oferecendo o pulso ferido.
Poncho não pensou, e, puxando o braço do garoto para si, se alimentou do sangue que pulsava em suas veias. Este ato não causava asco, como deveria ser.
Não soube quanto tempo passou até que ele retirasse seu pulso e o enfaixasse com um lenço.
- Parece - disse o garoto, que ficou muito pálido - que já basta.
- Quem é você?- perguntou Poncho. Em sua camisa, uma mancha vermelha testemunhava o ferimento, mas não restava nem sinal dele em sua pele. Estava completamente curado.
- O dilema não é quem sou, irmão. - respondeu o garoto – E sim o que sou. E o que você é.
- Não entendo - sacudiu a cabeça - estava morrendo e agora…
- Agora está morto. Nada poderá ferir você outra vez, nem as doenças, nem o tempo, nem as armas humanas.
- Quem é você garoto? Um anjo engraçadinho? – proferiu Poncho, irônico.
- Posso aparentar pouca idade... dezoito anos, no máximo uns vinte, certo? Mas, acredite, sou bem mais velho. – puxou Alfonso para levantá-lo – Muito mais que você. Meu nome é Nicholas, e sou um vampiro. E agora você também é. – sorriu – Bem vindo à família.

8 comentários:

Bazinha... S2... disse...

Amiga, me convenceu!
Vou ler mais no meu tempo... E só porque foi vc quem escreveu, tá?
Beijos...♥

Beijos pra vc também, Ruh...♥
Bah!

De Tudo Benhe disse...

só em maio, bom, vou ter que esperar né...

Larissa disse...

aah amei...♥
anciosa por maio!
bjs :)

Lethicia disse...

Selo no meu blog, parabéns!
http://nelena-offthechain.blogspot.com/
Beijos!

Miiikay disse...

aaah você gosta de Sobrenatural?ÉE até que enfim alguem igual a mim.Eu adooooro Sobrenatural.AAAiin to anciosa pela historia.Posta loogo.Te Amo

Nillow disse...

Oi,
Estou dando uma passadinha rápida aqui para divulgar este blog
http://blogsnewhistories.blogspot.com/
O nome dele é "Vida de Famoso é um Problema".
Tem casais como Jemi, Niley, Zanessa. E famosos como Justin Bieber, Selena Gomes, entre muitos outros.
Não deixe de visitar, você não vai se arrepender!
A história é uma comédia misturada com romance, muito boa!
Então fica ai o convite! Ah, e seria bem legal se você divulgasse aqui no seu blog também!
Obrigada, xoxoxoxox =)

Lethicia disse...

Oi, selo de novo! rsrs'
passa lá no meu blog pra pegar:
http://nelena-offthechain.blogspot.com/
Beijos

G ' disse...

http://fics-nelena.blogspot.com/2011/05/seliinhos.html

Seloo para tii <3

Postar um comentário

 
Wordpress Theme by wpthemescreator .
Converted To Blogger Template by Anshul .